Skip to main content

Quem é Ramon Dekkers: Conheça a história de uma das lendas do Muay Thai

Como em todos os esportes, no muay thai existem aqueles que mais se destacam, por algum golpe inovador, pelo número de conquistas ou pela história de superação. Por esse motivo você precisa saber quem é Ramon Dekkers, que se destaca por todas essas características, com um estilo de luta totalmente ofensivo, 7 conquistas mundiais e o reconhecimento como embaixador dos estrangeiros que lutam e vivem de muay thai na Tailândia.

Quem é Ramon Dekkers: História

Nascido no dia 4 de setembro de 1969 em Breda, uma cidade rural ao sul de Amsterdã, Holanda, Ramon Dekkers conheceu as artes marciais com 12 anos, quando praticava judô.

Passados alguns meses, conheceu o boxe, trocando as lutas agarradas pelas em pé, onde se encontrou e prosperou.

Pelo fato de morar em uma cidade muito pequena, seu talento ainda não era conhecido pelos treinadores, o que mudou quando Cor Hemmer, treinador de uma famosa academia de artes marciais holandesa, se mudou para Breda.

Ao saber quem é Ramon Dekkers, Hemmer rapidamente reconheceu seu talento e o introduziu ao muay thai.

Com apenas um ano de treino, o prodígio estreou nos ringues, aos 16 anos, onde conseguiu uma vitória por nocaute, mostrando ao mundo da luta sua postura agressiva, lutando sempre para frente.

Aos 21 anos, Dekkers entrou no cenário mundial lutando em Prais, França, contra o campeão Nongkee Pahuyuth, ocasião na qual venceu após dois knockdowns.

Alguns meses após o evento, uma revanche foi marcada na em Bangkok, capital da Tailândia, onde Dekkers perdeu por pontos, o que aconteceu diversas vezes no berço do esporte, tendo em vista que os juízes sempre davam a vitória para os atletas locais, caso não houvesse nocaute pelo estrangeiro.

Quem é Ramon Dekkers: Despedida e retorno

Em março de 2001, Ramon Dekkers fez sua luta de despedida, onde venceu Mario Deflorin por nocaute. Após esse evento, declarou sua aposentadoria e voltou a morar em sua pequena cidade, mas não largou o esporte. De volta a sua casa, sua principal ocupação foi treinar jovens lutadores, ficando responsável por duas equipes, a Team Dekkers e a Golden Glory.

Em 2005, o grande campeão surpreendeu a todos ao assinar um contrato para estar novamente nos ringues no K-1, famosa produtora de eventos de artes marciais.

Entretanto, a luta marcada seria no estilo MMA (artes marciais mistas), algo que Ramon Dekkers nunca tinha praticado ou treinado seriamente. Por isso, perdeu a luta por um golpe de solo, uma chave de perna.

Novamente em 2005, outra luta foi marcada, contra o americano Duaen Ludwig, ocasião na qual ganhou por pontos, demonstrando sua incrível capacidade de luta, uma vez que a disputou com uma lesão do ligamento do ombro, portanto sem conseguir utilizar direito seu braço.

Morte de Ramon Dekkers

Em 27 de fevereiro de 2013, Dekkers caiu de sua bicicleta, enquanto pedalava por ter se sentido mal, e teve um forte ferimento na cabeça, não conseguindo resistir.

O lutador deixou um grande legado e sempre é lembrado com respeito, pelo apelido de The Diamond (O Diamante).

Títulos

Talvez o prêmio de maior importância de sua carreira foi o de Lutador do Ano da Tailândia, em 1992, quando fez os tailandeses aplaudirem de pé sua forma de luta agressiva e muito violenta, que desrespeitava até mesmo sua própria saúde.

Após esse evento e sua fama, os estrangeiros passaram a ser mais respeitados no país asiático, o que levou o rei a nomear Dekkers, tempos depois, como embaixador dos estrangeiros e praticantes de muay thai da Tailândia.

Além disso, Dekkers foi uma vez campeão holandês, duas vezes campeão europeu, e sete vezes campeão mundial, em competições referenciadas e não referenciadas.

Ao todo, conseguiu mais de 185 vitórias, sendo 95 delas por nocaute, entrando para a história como uma lenda do muay thai.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *